Radar

“Fazer as Pazes com a Natureza”: relatório da ONU aponta soluções para emergências climáticas

Publicado em: 19/03/2021

O Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma) lançou, em fevereiro (2021), o relatório “Fazer as Pazes com a Natureza: Um Plano Científico para Enfrentar as Emergências do Clima, da Biodiversidade e da Poluição” (“Making Peace with Nature - A scientific blueprint to tackle the climate, biodiversity and pollution emergencies” – ainda sem tradução para o português), um dos estudos mais incisivos em relação às emergências ambientais já publicado pela organização.    

É importante destacar que esse relatório trouxe, diferente dos habituais divulgados pela ONU, além do diagnóstico das mudanças atuais e das projeções para o futuro ambiental, orientações sobre quais ações os governos, instituições públicas, privadas e toda a sociedade podem realizar para evitar a degradação do meio ambiente.  

Para isso, o estudo se baseou em medidas para o enfrentamento das três principais crises ambientais, que concernem às emergências climáticas, perda da biodiversidade e excesso de poluição.

Segundo o relatório, enfrentar a “tripla emergência” é o caminho mais apropriado para se evitar novas pandemias e atingir as metas propostas pelos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) até 2030.

Durante a cerimônia de apresentação dos resultados do estudo, o secretário-geral da ONU, António Guterres, alertou para a “guerra sem sentido e suicida” que os seres humanos estão travando contra a natureza e que gera consequências graves para a nossa própria espécie, além de ameaçar todas as formas de vida na Terra. 

Confira alguns dos dados trazidos pelo relatório “Fazer as pazes com a Natureza”

Inger Andersen Diretora Executiva do UNEP

Foto: Pnuma - Cyril Villemain

Desenvolvimento humano (1970-2020)

 A economia cresceu quase cinco vezes mais.

O comércio chegou a dez vezes mais crescimento.

A população humana dobrou para 7,8 bilhões de pessoas. Ainda assim, 1,3 bilhões delas são consideradas pobres e 700 milhões passam fome.

Soluções (a partir de 2020)

Economia e sistemas financeiros sustentáveis.

Alimentos saudáveis e nutritivos.

Água e energia limpas.

Vidas saudáveis e bem-estar para todas as pessoas em cidades e assentamentos seguros.

Eliminação de resíduos (1970-2020)

As emissões de gases de efeito estufa dobraram.

A produção química, o desperdício e poluição aumentaram.

Soluções (a partir de 2020)

Zerar as emissões líquidas de dióxido de carbono (CO2) até 2050.

Gestão adequada de produtos químicos, resíduos e poluição.

Uso do espaço e recursos (1970-2020)

A Terra caminha para mais de 3º C de aquecimento global neste século.

O uso de recursos triplicou.

O ser humano já impactou 3/4 de terra sem gelo e 2/3 de oceanos.

Soluções (a partir de 2020)

Reciclagem e preservação de recursos.

Proteção e uso sustentável da terra e dos oceanos.

Fonte: Relatório “Fazer as Pazes com a Natureza: Um Plano Científico para Enfrentar as Emergências do Clima, da Biodiversidade e da Poluição” (Pnuma,2021). Tradução livre.

 

Para compreender as três crises ambientais destacadas pela ONU: 

Relatório da ONU detalha plano para resolver emergências planetárias

‘Fazendo as pazes com a natureza’: Relatório da ONU aponta caminhos para resolver tripla emergência planetária

Diretora executiva do Pnuma alerta para emergência climática e modelo para futuro sustentável

Destruição da natureza pelos humanos é suicida, alerta ONU

Humanidade trava guerra suicida com o meio ambiente, diz secretário da ONU

Fique por dentro