Instalações da campanha de prevenção e combate a incêndios

Programa de monitoramento socioeconômico do Projeto Ferro Carajás S11D

O monitoramento de indicadores socioeconômicos do Ferro Carajás S11D foi feito para atender ao Plano Básico Ambiental que condicionava sua licença de instalação. Noventa e quatro indicadores foram levantados, trabalhados visualmente, analisados e apresentados semestralmente para um grupo de atores locais, multiplicadores da informação. Eles reuniam dados de indicadores como:

  • Saúde;
  • Educação;
  • Demografia;
  • Atendimento social;
  • Infraestrutura;
  • Segurança;
  • Valorização imobiliária;
  • Custo da cesta básica, entre outros.

 

Com técnicas próprias, foram criados parâmetros e métodos de pesquisa para identificar os impactos potenciais do empreendimento em temas de interesse da sociedade, não observáveis nos dados disponíveis em fontes secundárias. 

Para Vinicius Corrêa, gerente de estudos e pesquisas da Synergia, a atuação direta e o envolvimento da comunidade foram essenciais para os bons resultados. “Foi muito satisfatório ver o alcance e a repercussão dos resultados do trabalho envolvendo poder público, atores da sociedade civil e do próprio empreendedor. Penso que as devolutivas que demos permitiram uma reflexão conjunta para controle, monitoramento e mitigação dos impactos da mineração no território.”, ele comenta.

Foram estabelecidas metodologias próprias da Synergia para acompanhamento de temas nos quais fontes secundárias não eram suficientes para a formação de indicadores confiáveis. Entre estes temas, estavam a evolução das manchas urbanas, da taxa de criminalidade, a valorização/depreciação imobiliária e o custo da cesta básica.  

Recursos aplicados

  • Monitoramento, análise e consolidação de índices e indicadores socioeconômicos
  • Avaliação de impactos socioeconômicos e ambientais
  • Pesquisas quantitativas e qualitativas
  • Criação, sistematização e modelagem de banco de dados
  • Planejamento e gestão de Planos Básicos Ambientais (PBAs)
  • Análise e monitoramento de riscos
  • Estudos e diagnósticos
Ficha técnica

Setor de atuação: Gestão Pública

Local: Pará

Período: 2013 – 2016

Cliente: Vale

Abrangência: Toda a população de Canaã dos Carajás / PA

Objetivo: Acompanhar os impactos socioeconômicos do maior projeto de mineração do Brasil, no município de Canaã dos Carajás.

Resultados: Controle, pelos principais atores da sociedade, sobre os impactos da mineração no território e ações de mitigação, por meio do monitoramento de indicadores-chave apresentados em cadernos didáticos e recursos audiovisuais.

Soluções relacionadas a este case:

Palavras de quem fez parte

Aspas
Foi muito satisfatório ver o alcance e a repercussão dos resultados do trabalho envolvendo poder público, atores da sociedade civil e do próprio empreendedor.
Vinicius Corrêa
Gerente de Estudos e Pesquisas
Pará
Vinicius Corrêa
Gerente de Estudos e Pesquisas
Pará

Galeria do projeto

Nossos Cases

Projetos que refletem nossa cultura de excelência, integridade e transparência.