Colaborador Synergia orienta agricultor em reassentamento

Reestruturação Produtiva Minas - Rio

O trabalho de reestruturação das atividades produtivas dos reassentados pelo projeto Minas-Rio foi planejado já no período do reassentamento, pois a Synergia também foi responsável pelos Planos Básicos Ambientais (PBAs) de Reassentamento e de Monitoramento Socioeconômico das famílias.

Assim, as ações de orientação e capacitação dos agricultores e as ações de desenvolvimento de sistemas produtivos nas novas propriedades foram integradas ao acompanhamento das condições socioeconômicas das famílias após a realocação. Isso favoreceu para que os resultados obtidos pelo projeto fossem dimensionados, comprovando a efetiva melhoria na qualidade de vida dos participantes.

O trabalho técnico, com treinamentos e capacitações, viabilizou uma considerável melhoria nos índices de produtividade e aumento da renda dos agricultores participantes.

O projeto atuou de forma global, apoiando-se na realização de um diagnóstico dos agricultores e das propriedades. Dessa forma, foi possível indicar o potencial produtivo e desenvolver a orientação e capacitação técnica agropecuária, o fornecimento de insumos e a assessoria técnica para a implantação de projetos produtivos para cada família atendida. Assim, a construção de currais, a implantação de sistemas de ordenha mecanizada, de sistemas de irrigação para hortícolas, e outros benefícios, foram direcionados de acordo com as necessidades de cada produção, junto ao devido acompanhamento técnico.

Fabio Marçal, gerente de projetos da Synergia, exalta a importância do trabalho para a comunidade local e destaca um dos resultados positivos que puderam ser conferidos. Para ele, “existia um êxodo rural muito grande aqui, mas a gente já começa a ver filhos de reassentados que estão voltando para as terras para trabalhar junto com os pais. É isso o que a gente espera: que as famílias estejam fixas na terra e possam seguir suas vidas como membros de comunidades rurais.”.

Recursos aplicados

  • Reestruturação e desenvolvimento produtivo
  • Execução de planos básicos ambientais (PBAs)
  • Levantamentos cartográficos e sistema de informação georeferenciadas
  • Relacionamento com comunidades
Ficha técnica

Setor de atuação: Gestão Pública

Local: Minas Gerais

Período: 2012 - 2015

Cliente: Anglo American

Abrangência: Conceição do Mato Dentro, Dom Joaquim e Alvorada de Minas, MG

Objetivo: Manter ou melhorar as condições produtivas e socioeconômicas de 47 famílias reassentadas involuntariamente em função da proximidade com as atividades da Mineradora.

Resultados: Redução de conflitos no relacionamento dos empreendedores com a comunidade; capacitação e qualificação da produção agrícola que geraram melhorias sociais e econômicas para as famílias.

Soluções relacionadas a este case:

Palavras de quem fez parte

Aspas
Existia um êxodo rural muito grande aqui, mas já começamos a ver filhos de reassentados voltando para trabalhar junto aos pais. É isso que a gente espera, que as famílias estejam fixas na terra e possam seguir suas vidas como membros de comunidades rurais.
Fabio Marçal
Gerente de projetos
Minas Gerais
Fabio Marçal
Gerente de projetos
Minas Gerais
Aspas
Eu estava muito debaixo da serra e precisaram mexer lá. Me propus a vender, só queria ir para um lugar que me agradasse. Aqui melhorou muito. Minha renda aqui é maior porque lá eu tirava menos leite. Melhorou muito, tanto para mim quanto para minha família.
Zé Taboão
Pecuarista
Minas Gerais
Aspas
Nós fizemos um curso de horta orgânica e aprendemos que tudo o que a gente for plantar não precisa ter produto químico, é só coisa orgânica pura. Foi muito bom esse curso, até por conhecimentos que a gente não tinha. Hoje temos um conhecimento até melhor.
Walter
Agricultor
Minas Gerais

Galeria do projeto

Nossos Cases

Projetos que refletem nossa cultura de excelência, integridade e transparência.