Radar

Relatório aponta o aumento da desigualdade social no Brasil

Publicado em: 28/06/2021

Desigualdade social aumenta no Brasil: prédios e favela

Foto: Moacyr Lopes Junior

A desigualdade social no Brasil aumentou e o país já apresenta o pior nível de concentração de renda das últimas duas décadas. É o que aponta o relatório sobre a riqueza global, Global Wealth Report 2021, divulgado recentemente pelo banco Credit Suisse.

O Brasil manteve uma enorme diferença entre as rendas dos mais ricos e os mais pobres do país. Segundo o estudo, a fatia que corresponde a 1% da população mais rica do Brasil detém praticamente metade de toda riqueza nacional. Este foi o pior resultado em desigualdade social do país desde o ano 2000.

Com a constatação de que 49,6% da riqueza nacional se encontra nas mãos de apenas 1% da população, o país ocupou o segundo lugar no ranking de desigualdade do relatório, ficando atrás apenas da Rússia, onde o 1% mais rico detém 58,2% da riqueza nacional. Os países menos desiguais foram Itália, França e Japão.

Os dados apontados no estudo apenas evidenciam e confirmam as desigualdades sociais tão notáveis na sociedade brasileira, principalmente quando pensamos em cidades como São Paulo e Rio de Janeiro.

Vale notar que o Brasil também foi o país que mais perdeu milionários durante a pandemia de covid-19, foram 108 mil segundo o relatório. Em 2019, eram 315 mil milionários, o número caiu para 207 mil em 2020.

O estudo aponta que o principal motivo para a diminuição foi a desvalorização do Real, causada pela pandemia de covid-19. Porém, o relatório também prevê que até 2025 o número de milionários no Brasil aumentará para 361 mil, reforçando o abismo social e as diferenças entre os mais ricos e os mais pobres.

 

 Selecionamos as principais notícias sobre o relatório e seus resultados. Confira!

Fatia do 1% mais rico no Brasil tem 50% de toda riqueza do país; veja estudo do Credit Suisse

Desigualdade no Brasil cresceu (de novo) em 2020 e foi a pior em duas décadas

Desigualdade aumenta no Brasil, e 1% da população concentra 50% da riqueza

Covid: Por que Brasil foi país que mais perdeu milionários com pandemia

Durante a pandemia 1% mais rico do Brasil concentrou metade da riqueza nacional

Topo da pirâmide avança na pandemia e 1% mais rico do Brasil já detém metade da riqueza nacional

Fique por dentro