Resgate etnocultural em apresentação de dança quilombola

Programa de Resgate Etnocultural das Comunidades Quilombolas

O Plano Básico Ambiental Quilombola (PBA-Q) integrava 14 programas validados pela Fundação Cultural Palmares. Eles viriam a ser realizados em três comunidades quilombolas afetadas pela mina de extração de potássio de Carmelita, em Sergipe. Entre eles, estava o Programa de Resgate Etnocultural e de Valorização da Identidade e das Práticas Culturais das Comunidades Quilombolas, realizado pela Synergia.

A metodologia aplicada envolveu ações de resgate cultural como:

  • Apoio técnico para a elaboração de uma cartilha contando sobre as artes, o folclore e a cultura de cada comunidade;
  • Doação de um kit de equipamento audiovisual para a produção de documentário sobre a cultura local, elaborado pelas comunidades, visando sua valorização e perpetuação;
  • Promoção de vivências como festas e criação de mapas falados;
  • Apoio a manifestações culturais diversas, todas amplamente registradas e compartilhadas na comunidade.

As rotinas dos moradores foram registradas durante meses, em um processo de resgate e valorização da cultura quilombola. O conjunto de materiais foi organizado em edição impressa e audiovisual, chamada Fios da Memória, que teve grande impacto na comunidade e consolidou-se como referência da cultura quilombola em Sergipe.

Para a realização do Programa, foi necessária uma imersão na cultura e no cotidiano da comunidade. Paula Raquel Bezerra Rafael, coordenadora de projetos da Synergia, aponta que “o PBA veio trazer esse salto qualitativo no autorreconhecimento enquanto quilombo, enquanto quilombola, e na sua valorização enquanto população negra com culturas e costumes de matriz africana. As comunidades têm participado intensivamente de todas as ações que são estabelecidas na comunidade.”

Recursos aplicados

  • Criação e produção gráfica, audiovisual e multimídia
  • Execução de planos básicos ambientais (PBAs)
  • Projeto de valorização de comunidades tradicionais (indígenas, quilombolas e ribeirinhas)
  • Trabalho técnico social
  • Relacionamento com comunidades
Ficha técnica

Setor de atuação: Mineração, Siderurgia e Indústria Petroquímica

Local: Sergipe

Período: 2014

Cliente: Vale

Abrangência: Comunidades Quilombolas de Patioba, Terra Dura e Canta Galo, nos municípios de Capela e Japaratuba/SE.

Objetivo: Resgatar a cultura quilombola na região.

Resultados: Resgate cultural e valorização da cultura quilombola; fortalecimento do sentimento de pertencimento à comunidade.

Soluções relacionadas a este case:

Palavras de quem fez parte

Aspas
Aprendemos a mexer com câmeras fotográficas, filmadoras, gravadores e computadores. Depois a gente fez um filme sobre a comunidade. Nós mesmos estamos produzindo nossa própria história.
Ítalo Telles
Morador de Canta Galo
Sergipe
Aspas
O PBA trouxe um salto qualitativo no autorreconhecimento enquanto quilombo e na sua valorização enquanto população negra com culturas e costumes de matriz africana. As comunidades têm participado de todas as ações que são estabelecidas na comunidade.
Paula Raquel Bezerra Rafael
Coordenadora de projetos
Sergipe
Paula Raquel Bezerra Rafael
Coordenadora de projetos
Sergipe

Galeria do projeto

Nossos Cases

Projetos que refletem nossa cultura de excelência, integridade e transparência.