Radar

Floresta Amazônica já emite mais gás carbônico do que absorve. Desmatamentos e queimadas podem ter sido a causa da mudança

Publicado em: 28/07/2021

Queimadas: Amazônia emite mais carbono do que absorve

Foto: Depositphotos.com

A floresta Amazônica já está emitindo mais gás carbônico, CO2, do que absorvendo. É o que indica o estudo “Amazonia as a carbon source linked to deforestation and climate change” (em tradução livre, “A Amazônia como uma fonte de gás carbônico ligada ao desmatamento e mudanças climáticas”).

A pesquisa foi liderada por Luciana Gatti, cientista do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), e publicada na revista científica Nature. O desequilíbrio ecológico apontado pelo estudo demonstra uma mudança gradual que ocorreu no ecossistema, causada pelas contínuas agressões ao território da floresta Amazônica.

Em 2014, a Nasa – Agência Espacial Americana – divulgou um estudo no qual apontava que a Amazônia ajudava na absorção de gás carbônico na atmosfera, contribuindo na redução do aquecimento global.

Já a pesquisa recém-publicada aponta fatores como o desmatamento, as secas, as grandes queimadas e as mudanças climáticas como os responsáveis pela transformação da Amazônia. Esta é a primeira vez que uma pesquisa indica a diminuição do potencial de absorção da floresta.

Uma das justificativas para isso seria o fato de que as árvores vivas seriam responsáveis pela absorção do CO2, enquanto as árvores mortas emitiriam o gás. Como a floresta passou por inúmeros períodos de degradação causados pelos fatores citados, a inversão do cenário seria um processo natural.

O estudo também indica que a diminuição da quantidade de chuvas nas regiões desmatadas e queimadas, fez com que a temperatura aumentasse cerca de 2 graus em parte da floresta. Isso fez com que as árvores emitissem mais CO2 para compensar o desequilíbrio.

Com o estrago já feito, e cientificamente comprovado, resta agora o investimento em políticas públicas voltadas para a proteção desses territórios, ações de preservação e, principalmente, restauração desse importante ecossistema.

 

Selecionamos as principais notícias sobre a pesquisa e seus resultados. Confira!

Declínio na captura de carbono na Amazônia é abordado por agência da ONU em estudo

Amazônia já emite mais gás carbônico do que absorve, indica estudo

Com desmatamento e queimadas, Amazônia emite mais gás carbônico do que absorve

Queimadas e devastação: Floresta amazônica já produz mais CO2 do que absorve

Como previsões mais pessimistas para Amazônia já se confirmam

Floresta amazônica já emite mais gás carbônico do que absorve, aponta estudo

Fique por dentro